UNESP DE ARARAQUARA

UNESP DE ARARAQUARA

Rodovia Araraquara-Jaú, km 1   Bairro dos Machados – Caixa Postal 174  CEP: 14.800-901 Araraquara – SP   Fone: (016) 3334-6520

História 

Também é denominada de Unesp Araraquara. Foi inaugurada em 1959, inicialmente com os cursos de Letras e Pedagogia. Em 1963 foi iniciado o curso de Ciências Sociais. … Na década de 1980 foram implantados mais dois cursos na unidade: Ciências Econômicas (1983) e Administração Pública (1989).

INFORMAÇÕES

HISTÓRICO DO PROGRAMA

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS/UNESP/Ar) é, desde 2011, a nova denominação do antigo Programa de Sociologia da UNESP Araraquara. Seu surgimento derivou da grande experiência acumulada nos 34 anos de existência do Programa de Sociologia e é fruto de um  processo de mudança identitária, decorrente da renovação e pluralidade de seu quadro docente. Atualmente o Programa conta com 23 docentes permanentes, distribuídos de forma equilibrada em suas quatro linhas de pesquisa e 7 colaboradores, contando tanto com pesquisadores jovens e motivados, como maduros e com experiência em orientação.

OBJETIVOS

O Programa de pós graduação em Ciências Sociais tem como objetivo geral consolidar a formação interdisciplinar de cientistas sociais, qualificando-os, na pesquisa e no ensino, para contribuírem na compreensão dos problemas sociais contemporâneos. Como objetivo específico, coloca-se: fornecer elementos para a construção de uma perspectiva teórico-metodológica que propicie o fortalecimento do campo interdisciplinar das Ciências Sociais com base em diálogos entre suas três disciplinas tronco e afins.

O Mestrado busca capacitar profissionais para o ensino e a pesquisa, visando fornecer subsídios para o desenvolvimento de pesquisas que requeiram o domínio dos instrumentos conceituais e metodológicos das ciências sociais.

O Doutorado tem como objetivo ampliar e aperfeiçoar os conhecimentos adquiridos no mestrado, propiciando as condições para que o doutorando desenvolva uma investigação capaz de demonstrar sua qualificação para formar pessoal nos níveis de Mestrado e Doutorado.

Objetivos

O Programa de Pós-Graduação em Economia da UNESP tem por objetivo a formação de docentes, pesquisadores e profissionais em geral, oferecendo-lhes sólida base analítica e instrumental e amplo conhecimento da produção acadêmica relevante em Economia.

Atualmente, o Programa está estruturado em torno de um núcleo curricular no qual as atividades de formação se concentram em disciplinas de teoria econômica e métodos quantitativos. Este núcleo se completa com um conjunto de disciplinas temáticas relacionadas às Linhas de Pesquisa do Programa, as quais devem ser selecionadas pelos alunos, de acordo com seus temas particulares de estudo. Esses estudos e pesquisas são aprimorados, com a realização de seminários, nos quais são apresentados e discutidos resultados parciais ou finais de pesquisa. A estrutura do curso visa, assim, garantir condições adequadas para o desenvolvimento progressivo do aluno em direção a uma proposta de trabalho que reflita domínio do instrumental teórico, empírico e analítico da ciência econômica contemporânea, bem como capacidade de interpretação e julgamento que o diferencie como um profissional com formação qualificada em Economia.

O Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras (FCL) da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Araraquara, iniciou as atividades no segundo semestre de 1997 estando, portanto, em seu décimo nono ano de funcionamento. 

     O Programa tem como objetivo a formação de profissionais qualificados para atuar como pesquisadores, docentes, gestores e técnicos em todas as esferas de alcance do Sistema Escolar Brasileiro, por meio de uma estrutura curricular assentada nos estudos já sancionados e nas pesquisas dos docentes sobre a Educação Escolar. As atividades desenvolvidas visam a preparar mestrandos e doutorandos para produzirem conhecimentos sobre o sistema educacional, nos aspectos: do seu papel socializador, definido nos temos das leis gerais de educação do país e também da atualização dessas leis pelos atores diretamente envolvidos nas escolas; das políticas educacionais dos Estados, mormente do Estado Brasileiro, que o enquadram; da sua operacionalidade no que se refere à gestão dos recursos materiais e humanos; das suas ações efetivas nas unidades escolares no que se refere ao ensino e à aprendizagem; da formação dos seus professores; das relações estabelecidas entre ele e outros agentes de socialização, formal e informal; da história que o influenciam e de outros aspectos relevantes que mantém relações pertinentes com ele.

 Fundado em 1980 como Programa de Pós-Graduação em Semiótica, a mudança do nome para Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários já aponta para as transformações radicais que ocorreram ao longo de seus anos de funcionamento, pois o que tem caracterizado o perfil deste Programa é a flexibilidade na busca constante do redimensionamento de suas condições, a fim de atingir os almejados níveis de excelência quanto à coerência e consistência de sua proposta, adequação e abrangência da área de concentração. 

                     A primeira reestruturação mais significativa ocorreu em 1987, quando o PPG passou a chamar-se PPG em Letras: Estudos Literários; entre 1994 e 1996 empreendeu-se uma série de discussões visando ao delineamento de um perfil mais adequado. Como resultado, foi implantada em 1996 uma nova estrutura, mediante a qual o PPG se organizava em duas áreas de concentração: Teoria da Literatura e Semiótica. Essa estrutura funcionou até 2001, quando novamente se sentiu a necessidade de um redimensionamento das áreas de concentração e suas respectivas linhas, projetos de pesquisa e disciplinas. Norteando-se por um esforço contínuo de autocrítica, atualização e aperfeiçoamento, e fiel a sua vocação para a flexibilidade e o dinamismo, o PPG adotou um perfil que buscava refletir as tendências da evolução do sistema brasileiro de Pós-Graduação, pautadas na agilidade e renovação constantes. Em 2002, é adotado o nome PPG em Estudos Literários

Desde sua criação em 1977, o Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa vem contribuindo decisivamente para o desenvolvimento e consolidação das áreas de Letras e Lingüística no Brasil. Concentrando suas atividades de pesquisa na análise e descrição da Língua Portuguesa e na produção de conhecimento nas várias dimensões da análise lingüística, o Programa vem investindo na formação e qualificação de Mestres e Doutores em Lingüística e Língua Portuguesa. Além de aglutinar sistematicamente os inúmeros projetos de pesquisa desenvolvidos por seus docentes, é responsável pela produção de centenas de dissertações de Mestrado e teses de Doutorado, o que representa um trabalho de formação e qualificação de pesquisadores e quadros de docentes do ensino superior em diferentes estados brasileiros, muitos deles beneficiados com bolsas institucionais da CAPES e do CNPq.

Desde sua implementação, contou com avaliação diferenciada entre seus congêneres no Brasil, sendo uma referência nacional da área. Sua excelência foi reconhecida pela CAPES, órgão federal responsável pela avaliação dos Programas de Pós-Graduação brasileiros, tendo recebido nota 6 (seis), o que lhe confere o grau de excelência “Muito Bom” e o coloca entre os melhores programas do país da grande área. Receberam destaque positivo na avaliação a coerência e a consistência da proposta do Programa, a boa qualificação do corpo docente e a produtividade das Linhas e dos Projetos de pesquisa, com um bom volume de publicações de docentes e discentes.

Seus grupos de pesquisa articulam-se em quatro linhas: Análise Fonológica, Morfossintática, Semântica e Pragmática; Ensino/Aprendizagem de LínguaEstudos do Léxico; Estrutura, Organização e Funcionamento Discursivos e Textuais .

Atualmente conta com um corpo docente de 28 professores-orientadores, capacitados para orientar nos Cursos de Mestrado e/ou Doutorado, a grande maioria deles em regime de dedicação exclusiva

Fechar Menu
×
×

Carrinho

Abrir chat
Precisa de Ajuda ?
Olá
Posso Ajudar ?